CNC recebe presidente da Câmara dos Deputados

AddToAny buttons

Compartilhe
27 A 28 fev 20
Ex: 8h00 às 18h00
Botão - Tenho Interesse
Esse preenchimento não garante sua
inscrição. É apenas para fins de comunicação,
envio de novidades e informações sobre o
evento.
Crédito
Carolina Braga

O presidente da CNC, José Roberto Tadros, diretores e membros da entidade receberam, em 21 de fevereiro, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. Na ocasião, Maia ressaltou a importância do empresariado na aprovação das reformas. “O papel dos empresários que têm uma rede de relacionamento, de clientes e de empregados, é muito importante para discutir os temas, responder a dúvidas e esclarecer cada uma das reformas. É extremamente importante esse canal que temos com a CNC e com toda a rede de empresários no Brasil”, afirmou Maia.

A recente pesquisa da CNC, que aponta que a confiança dos empresários do comércio atingiu o melhor nível nos últimos sete anos, também foi tema do encontro. Sobre isso, Maia disse: “O Brasil só vai crescer se o setor privado crescer. Não é o Estado que vai crescer, muito pelo contrário. Então, quanto mais estímulo e otimismo tiver o setor privado, nossos empresários e comerciantes, quanto mais confiança, mais investimento, mais geração de emprego e mais crescimento e desenvolvimento para o País”.

O presidente da CNC destacou a importância do trabalho do Congresso, principalmente em momento tão crucial, com a necessidade de aprovação das reformas administrativa e tributária para a retomada da economia. “Rodrigo Maia, desde o primeiro dia que nós o procuramos, foi reto, direto e absolutamente coerente. E ele está sempre a favor da democracia, e sempre a favor daqueles que agem pelo crescimento do País”, destacou Tadros.

Além do presidente da CNC e do presidente da Câmara, participaram do encontro o presidente do Sebrae Nacional, Carlos Melles; o vice-presidente Financeiro da CNC e presidente da Fecomércio-AC, Leandro Domingos Teixeira; o presidente da Fecomércio-RJ e diretor Administrativo da Confederação, Antonio Florencio de Queiroz Junior; o presidente de honra da CNC, Antonio Oliveira Santos; o consultor Econômico da Presidência da CNC, Ernane Galvêas; e o consultor da Presidência, Bernardo Cabral.