Setor produtivo de Santa Catarina tem primeira agenda de 2020 com governador 

AddToAny buttons

Compartilhe
03 A 04 mar 20
Ex: 8h00 às 18h00
Botão - Tenho Interesse
Esse preenchimento não garante sua
inscrição. É apenas para fins de comunicação,
envio de novidades e informações sobre o
evento.
Conselho das Federações Empresariais de Santa Catarina (Cofem) é composto pela Fecomércio, Fiesc, Faesc, Fetrancesc, Facisc, FCDL e Fampesc.
Conselho das Federações Empresariais de Santa Catarina (Cofem) é composto pela Fecomércio, Fiesc, Faesc, Fetrancesc, Facisc, FCDL e Fampesc.
Crédito
Fecomércio-SC

03/03/2020

O presidente da Fecomércio-SC, Bruno Breithaupt, se reuniu com o governador do Estado, Carlos Moisés da Silva, para discutir as políticas para o Turismo, incentivos ao setor agrícola e ao transporte de cargas, licenciamento ambiental e ações ligadas à inovação. O encontro foi realizado com as entidades do Conselho das Federações Empresariais de Santa Catarina (Cofem). 

Entre os assuntos debatidos também estavam pautas e demandas ligadas ao desenvolvimento do Estado. O aporte de recursos públicos para o Turismo catarinense e a necessidade de maior promoção do setor – tanto no mercado interno como nos países vizinhos – também entraram na pauta.

“Por sua força na composição da economia catarinense e relevância na geração de emprego e renda, o turismo não deve ser compreendido numa perspectiva de custo, mas de investimentos. Com a retomada do orçamento turístico, será possível colocar em prática medidas importantes para dinamizar o setor, como a aplicação de ferramentas de gestão para medição da qualidade do serviço turístico, desenvolvimento de pesquisas de cadeia de valor e incentivo à formação de incubadoras nos Centros de Inovação para o desenvolvimento de soluções para o setor turístico”, afirmou Breithaupt. 

O presidente também solicitou que o governador interceda aos órgãos federais competentes para reforçar o efetivo de fiscalização na nova aduana para turistas em Paraíso, na fronteira com a Argentina.

O Cofem é integrado pelas federações do comércio (Fecomércios), das indústrias (Fiesc), da agricultura (Faesc), dos transportes (Fetrancesc), das associações empresariais (Facisc), das câmaras de dirigentes lojistas (FCDL) e das micro e pequenas empresas (Fampesc).

Durante a reunião, o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) lançou o programa Promove Sul, que vai destinar R$ 300 milhões a projetos e setores relevantes para a geração de emprego no Estado. O foco dos investimentos é conceder crédito para micro, pequenas e médias empresas, comércio, projetos de inovação, agronegócio, energia renovável e sustentável, indústria, entre outros.