13 February, 2011

Lista de antibióticos com venda controlada é atualizada pela Anvisa

Adicionar aos meus Itens 


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) atualizou a lista dos medicamentos antimicrobianos, categoria que inclui os antibióticos, cuja venda deve ocorrer somente mediante apresentação e retenção da receita em farmácias e drogarias.


A resolução RDC 61, publicada em 22 de dezembro, alterou o anexo da RDC 44 de 2010 e incluiu 26 princípios ativos que não constavam da lista anterior, além de retirar outras cinco substâncias. A lista total conta com 119 substâncias sob controle da Anvisa.


As substâncias excluídas são: 5-fluorocitosina, griseofulvina, nistatina, fenilazodiaminopiridina e sulfadoxina. Além disso, corrigiu-se a grafia da substância talilsulfatiazol para Ftalilsulfatiazol.


A Anvisa elaborou uma Nota Técnica para esclarecer as dúvidas de médicos, profissionais da saúde e usuários dos medicamentos quanto às determinações da RDC 44. A Nota deixa claro que a expressão "receita de controle especial" diz respeito a uma receita simples, em duas vias contendo as informações exigidas pela agência.



A Nota também diz que as informações relacionadas à identificação do comprador devem ser preenchidas somente no momento da venda, sendo este procedimento de responsabilidade da farmácia ou drogaria em questão. Além disso, o documento ressalta que apenas um medicamento deve ser prescrito por receita, só podendo ser entregue à farmácia uma única vez, somente para uma compra.


A partir de 25 de abril de 2011 as farmácias e drogarias devem começar a escriturar as vendas dos antimicrobianos no Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados (SNGPC) da Anvisa.

Comments

1

Os comentários serão moderados, portanto evite o uso de palavras chulas, termos ofensivos ou comunicação vulgar. Se tiver alguma dúvida sobre o tema abordado aqui, use a nossa Área de Atendimento. Talvez a resposta já esteja lá.

Post new comment

The content of this field is kept private and will not be shown publicly.

comércio fala mais alto

Louvável a portaria regulamentando a escrituração dos antibióticos, no entanto, crei que as vendas de alguns grandes fabricantes cairão bruscamente, então a tend^^encia natural é que por uma pressão econômica essa portaria venha a cair com o decorrer dos dias, pois quem manda no Brasil ainda é o poderio econômico das grandes empresas.